MESQUITA - Trabalhador lesado deve denunciar e até recorrer à Justiça.

O Assédio Moral no Trabalho e suas Consequências para Saúde do Trabalhador foram tema do seminário, promovido nesta quarta-feira, dia 26 de novembro, no Auditório Zelito Viana, na Prefeitura de Mesquita, e que reuniu representantes do setor de saúde do trabalhador dos municípios de Itaguaí, Belford Roxo, Nova Iguaçu e Japeri. Segundo o gerente do Programa de Saúde do Trabalhador, da secretaria de Saúde de Mesquita (Semus), Júlio César Camargo, o evento foi aberto e reuniu pessoas de diferentes profissões.

Segundo ele é mais comum que esse tipo de assédio ocorra nos setores de Saúde e Educação, devido ao grande número de pessoal. “O assédio quase sempre é vertical, ou seja, parte do chefe para o subordinado e ocorre ao longo de diferentes situações, que deixam o trabalhador coagido, vulnerável, envergonhado, tolhido e até humilhado. Mas também pode ocorrer de forma horizontal, de colega para colega. Todos precisam estar informados sobre a legislação para se defender, denunciar e correr atrás de seus direitos”, explicou.

Como provas do assédio costumam ser usados testemunhos de colegas ou emails com conteúdo que comprove o abuso. Os casos são mais comuns entre mulheres e costumam causar doenças como erupções de pele, irregularidades menstruais, dores de cabeça e problemas neurológicos. “No homem a reação mais comum é tornar-se violento, tentando descontar na família ou amigos os maus tratos recebidos no trabalho”, explicou Júlio.

Entre os presentes ao evento, além do diretor do programa, estavam a subsecretária adjunta de Saúde Michele Almeida, o coordenador do Centro de Referência em Saúde do Trabalhador (Cerest-NI), Paulo Jacinto e os palestrantes Rita Costa, enfermeira especialista em direito sanitário e doutoranda em psicologia social na Argentina, e o advogado Alberto Jucelino Júnior, especialista em direito sanitário da Fiocruz. Os dois citaram a legislação que protege o trabalhador e esclareceram dúvidas sobre o que é assédio moral e como proceder denunciando a um chefe superior, a instituições e associações de proteção ao trabalhador e à Justiça.


Via PMM
26/11/2014
MESQUITA - Foram oferecidas vagas no mercado de trabalho e em cursos de qualificação profissional.

A prefeitura realizou nesta terça-feira, 25 de novembro, na Praça Elias Naval, em Rocha Sobrinho, o projeto Juventude em Ação. A atividade foi desenvolvida em parceria com instituições de diversos segmentos para oferecer vagas de emprego e cursos de qualificação para jovens de 15 a 29 anos de idade que buscam uma colocação no mercado de trabalho.

Aproximadamente 600 pessoas foram beneficiadas pela iniciativa, que chegou à 4ª edição. Secretarias municipais ofereceram os programas voltados para juventude que são desenvolvidos no município, entre eles o Projovem Urbano, Pronatec, Atitude Jovem, Padaria-Escola e o Banco de Empregos Mesquitense (BEM).

Entidades parceiras do projeto elogiaram a iniciativa. Entre elas está o Laboratório de Estudos sobre Violência contra Crianças e Adolescentes (Levica), da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro. “Este projeto da prefeitura permitiu apresentar o nosso trabalho para outros jovens”, comentou Ana Cláudia de Azevedo, coordenadora do programa de atendimento psicológico para infância e juventude desenvolvido na Associação Vida Plena, que fica em Banco de Areia.

A professora Elizabeth Cristina acompanhou o filho Fábio Henrique na busca por um curso de qualificação. “Achei ótima a iniciativa da prefeitura. Tomara que continue em outros bairros para todos aproveitarem”, disse. Fábio foi encaminhado ao Centro Interprofissional de Apoio à Criança e ao Adolescente. “Ainda não sei qual curso vou fazer, só sei que será importante para mim”, concluiu o jovem de 16 anos.


Via PMM
26/11/2014
MESQUITA - Formação Continuada foi realizada ao longo do ano e capacitou 120 monitores e mães educadoras.

Os monitores e mães educadoras do Programa Mais Educação receberam nesta terça-feira, 25, certificados da Formação Continuada, oferecida pela secretaria de Educação. A cerimônia de entrega de 120 certificados aconteceu na Escola Municipal Machado de Assis, em Santa Terezinha.

A Formação Continuada foi realizada ao longo do ano, em sete encontros com temas diferentes. Dentre os assuntos abordados estavam planejamento de atividades, Educação Especial, Informática como Ferramenta Pedagógica, Oficina de contação de histórias, e outros. “O objetivo da Formação Continuada é capacitar e qualificar estes profissionais de educação para lidar com os alunos”, explicou a gerente de Educação Integral e Projetos, Ana Beatriz Mansur.

Durante a cerimônia, coordenadores, monitores e mães educadoras contaram suas experiências vividas no âmbito escolar. Além de monitor do Programa Mais Educação Cristian Ramos da Silva, o mestre Shyriu, cedeu um espaço, localizado na Rua Josefina, em Santo Elias, para as aulas de Muay-Thai e Kickboxing da Escola Municipal Santos. “Fazemos um trabalho muito especial, de complemento da escola. Trabalhamos diversos conteúdos escolares dentro dos nossos treinos, além de focar na disciplina. Os alunos melhoram o comportamento em casa e na escola e aumentam o rendimento escolar. Na minha visão é melhor educar a criança, que remendar o adulto”, concluiu o monitor.

O Mais Educação é uma projeto do Governo Federal que prevê a ampliação das atividades escolares, oferecendo aulas em horário integral. O objetivo do programa é oferecer atividades culturais, esportivas e de aprendizagem para os alunos do Ensino Fundamental. Entre as opções oferecidas pelo programa estão oficinas de dança, música, teatro, tecnologia educacional, escrita e leitura, direitos humanos, educação ambiental, comunicação e uso de mídias e recreação. A equipe do Mais Educação de Mesquita conta com 21 coordenadores e cerca de 120 monitores e mães educadoras.



Via PMM
26/11/2014
MESQUITA - Mobilização acontece no próximo sábado, dia 29 de novembro.

A secretaria de Saúde (Semus) irá realizar no próximo sábado, dia 29, o Dia D da campanha nacional de vacinação contra a poliomielite e de segmento contra o sarampo, caxumba e rubéola (tríplice viral). Todas as crianças de 6 meses de idade até 4 anos, 11 meses e 29 dias que ainda não foram vacinadas deverão ser levadas a um dos seis postos de saúde que serão disponibilizados para a ação no município.

A caderneta de vacinação deve ser apresentada para atualização. Mas estar sem o cartão não impede a participação na campanha, que tem o slogan “Vem pra turma da vacinação”. As vacinas serão disponibilizadas no horário de 8h às 17h.

A campanha de vacinação contra a poliomielite tem como objetivo manter elevada a cobertura vacinal e evitar a reintrodução do vírus selvagem da doença no país. A vacina é contraindicada para crianças portadoras de infecções agudas, com febre acima de 38°C; com hipersensibilidade conhecida a algum componente da vacina, a exemplo da estreptomicina ou eritromicina; crianças imunologicamente deficientes devido a tratamento com imunossupressores ou de outra forma adquirida ou com deficiência imunológica congênita.

A intenção da campanha contra o sarampo, caxumba e rubéola é atingir menores de cinco anos ainda não vacinados e corrigir a falha primária da vacinação contra o sarampo e rubéola. A imunização por meio da vacina tríplice viral não deve ser feita em crianças que tiveram reação alérgica a dose anterior; com imunodeficiências congênitas ou adquiridas; que utilizem corticoides em doses imunossupressoras; em tratamento de quimioterapia antineoplásica; e transplantados de medula óssea. “É fundamental que todas as crianças que ainda não foram vacinadas sejam levadas a um dos polos da campanha”, disse Sabrina Louroza, chefe do Serviço de Imunização da Semus. Veja abaixo os postos de saúde que irão participar do Dia D:

CMS de Mesquita – Rua Paraná, 557, Centro

UBS Chatuba – Rua Coronel França Leite, 732

UBS BNH – Avenida das Oliveiras, 335

UBS Parque Ludolf – Rua Ambrósio, 605 – Vila Emil

UBS Edson Passos – Avenida Marechal Castelo Branco, s/nº

CMS Jacutinga – Rua Vereador Américo dos Santos (antiga Barros Peixoto), 484



Via PMM
26/11/2014
Atentado gera troca de acusações entre Gelsinho Guerreiro e Renato Paixão
MESQUITA - O carro preto que teria participado do atentado ao prefeito de Mesquita, Gelsinho Guerreiro, no domingo, foi identificado pela Polícia Civil na gravação de uma câmera de segurança da rua onde o político mora, no bairro Califórnia, em Nova Iguaçu. As imagens foram encaminhadas ontem para a perícia.

— A gravação mostra um Fiat Punto preto entrando nesta rua, na noite de domingo. O modelo é o mesmo descrito pelo prefeito. Agora, vamos analisar as imagens para descobrir a placa do veículo e ver a quem pertence — explicou o delegado assistente Victor Barbosa, da 53ª DP (Mesquita).

Barbosa disse ainda que o próximo passo será encontrar as testemunhas citadas pelo prefeito — duas mulheres que teriam passado na via no momento do crime — e chamá-las para depor.

Gelsinho Guerreiro acusa o filho do vice-prefeito de Mesquita, Waltinho Paixão, de ordenar o atentado. O prefeito afirma que Renato Paixão faz ameaças contra ele nas redes sociais, e que é seu único inimigo declarado. De acordo com o delegado, porém, o depoimento de Renato não será imediato. Gelsinho preferiu não comentar as investigações. Já o filho do vice-prefeito negou sua participação no crime, e disse que foi pego de surpresa pelas acusações.

— Ele sujou a minha imagem, meu advogado vai tentar reparar isso. Estou medicado à base de calmantes e antidepressivos porque essa situação acabou com o meu emocional — declarou Renato, que é advogado.

O prefeito contou à polícia que chegava em casa com o seu segurança, na noite de domingo, quando foi abordado por três homens armados com pistolas. Eles teriam atirado e o segurança revidou. Apesar da pequena distância entre os carros, ninguém ficou ferido. O veículo de Gelsinho Guerreiro tem duas marcas de bala.

Mesmo tendo acontecido em Nova Iguaçu, o caso foi registrado em Mesquita. As câmeras de segurança da casa do prefeito estavam desligadas por causa de uma obra.



Via Jornal Extra
26/11/2014
MESQUITA - Estudantes da Escola Municipal Che Guevara aprendem como elaborar currículos e se comportar em entrevistas.

Preparar jovens para ingressar no mercado de trabalho. Esse é o objetivo do ciclo de oficinas, promovido pela secretaria de Educação de Mesquita (Semed) com profissionais do Centro Integrado Empresa Escola (Ciee), ministrado nas escolas municipais Rotariano Arthur Silva, no Centro, e Ernesto Che Guevara, na Chatuba, e no Colégio Estadual Pierre Plancher, em Edson Passos. Destinado a alunos do 8º e 9º anos, o terceiro dia de palestras abordou os “Desafios do Processo Seletivo” e teve 44 estudantes inscritos, que receberam certificados de participação do Ciee.

“Nós falamos sobre mercado de trabalho e elaboração de currículo, abordamos temas básicos e determinantes como, por exemplo, que comportamento o jovem deve ter durante uma entrevista de emprego e dinâmica de grupo. Agora falamos dos desafios enfrentados durante o processo, onde a todo momento o candidato pode estar sendo avaliado”, explicou a interlocutora do Pronatec na Semas, Estela Manhães.

A assistente de treinamento do Ciee Gisele Lobo explicou que embora muitos dos estudantes presentes ainda sejam jovens demais para ingressar no mercado de trabalho, já é tempo de começar a se preparar. “É preciso ter noções básicas de como agir, além, é claro da capacitação de cada um, fator determinante para obter a vaga. Entrar no mercado exige preparação, vocabulário, capacitação. Muitas vezes até um atraso no horário marcado para a entrevista é proposital para que o candidato seja avaliado no modo como se comporta ao esperar”, explicou.

Outro ponto abordado na palestra foi a verdade e a coerência no currículo. Os estudantes foram instruídos a nunca aumentar o grau de qualificação ou inventar cursos. “Também temos que ser sucintos no currículo, nunca colocar número de documentos e nem enfeitar com cores ou letras trabalhadas”, explicou Gisele. Todos os alunos das três escolas preencheram fichas e passaram a fazer parte do banco de dados do Ciee, que encaminha estudantes para estágios, cursos e oportunidades como trainee.



Via PMM
25/11/2014
MESQUITA - Jovens da 16ª turma do curso receberão certificados na sede da instituição.

A secretaria de Defesa Civil (Semdec) realiza nesta quarta-feira, dia 26 de novembro, a partir de 14h30, a cerimônia de formatura da 16ª turma do curso de Agente Mirim, destinado a jovens com idade entre 13 e 16 anos que estudam regularmente na rede municipal de ensino.

Durante as aulas, que duraram pouco mais de três meses, 45 alunos aprenderam a lidar com situações de emergência, entre elas combate e prevenção de incêndios e noções básicas de primeiros socorros, sempre orientados por profissionais capacitados. A Semdec fica na Avenida Coelho da Rocha, 1.426, em Rocha Sobrinho.



Via PMM
25/11/2014
MESQUITA - Profissionais da área de saúde vão participar de evento com palestras ministradas por especialistas em Direito Sanitário.

Na próxima quarta-feira, dia 26 de novembro, será realizado no Auditório Zelito Viana, na Prefeitura de Mesquita, um seminário sobre Assédio Moral no Trabalho e suas Consequências para Saúde do Trabalhador. O evento, que vai das 9h às 13h, começa com credenciamento dos participantes, seguido de café da manhã, mesa de abertura, palestras, debates, entrega dos certificados e encerramento. Vão participar da mesa o secretário de Saúde, Fabiano Muniz, a subsecretária adjunta, Michelle Souza, o gerente do Programa Saúde do Trabalhador, Júlio César Camargo, e o coordenador do Centro de Referência em Saúde do Trabalhador (Cerest-NI), Paulo Jacinto.

As palestras serão ministradas pela enfermeira especialista em Direito Sanitário, da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), Rita de Cássia Vasconcelos da Costa; pelo advogado especialista em Direito Sanitário, também da Fiocruz, Alberto Juscelino Pereira Junior, com mediação da enfermeira especialista em Direito Sanitário Silvia Rosa.

Segundo a subsecretária adjunta de Saúde, Michelle Souza, o seminário é destinado a todos os profissionais de saúde do município de Mesquita. “Esperamos uma participação expressiva de agentes comunitários de saúde, enfermeiros e técnicos, já que é importante que todos estejam bem informados sobre o tema”, antecipou Michelle.



Via PMM
25/11/2014
NOVA IGUAÇU / MESQUITA - Segurança de Gelsinho Guerreiro (PSC) trocou tiros com três homens que desceram de um carro e dispararam contra veículo do político.

O carro do prefeito de Mesquita, Gelsinho Guerreiro (PSC), foi atacado neste domingo por criminosos quando o político chegava em casa, por volta das 22 horas, no bairro Califórnia, em Nova Iguaçu, também na Baixada Fluminense. O segurança do prefeito, que estava no carro, trocou tiros com os suspeitos. Ninguém ficou ferido ou foi preso. Ao registrar o caso na delegacia, o prefeito afirmou que foi um atentado.

"Quando paramos o carro em frente à minha casa, um outro veículo, preto, parou a cerca de cinco metros. Três homens desembarcaram e começaram a atirar. O meu segurança agiu rapidamente e revidou. Não foi uma tentativa de assalto. Os homens já desceram do carro atirando", disse Guerreiro, que registrou o caso na 53ª DP (Mesquita).

O prefeito contou que duas mulheres passavam pela calçada na hora do ataque, mas não se feriram. Policiais fizeram buscas para encontrar os suspeitos. As imagens das câmeras de segurança da casa do político serão encaminhadas à polícia para ajudar na identificação dos criminosos.


Via Veja
MESQUITA - Gelsinho Guerreiro (PSC) voltava para casa neste domingo quando homens em um carro preto tentaram atingi-lo.

Homens em um carro preto tentaram matar o atual prefeito de Mesquita, Rogelson Santos Fontoura, o Gelsinho Guerreiro, do PSC (Partido Social Cristão), por volta das 22h deste domingo. O prefeito chegava em casa, no barrio Califórnia, em Nova Iguaçu, quando os criminosos passaram atirando tentando atingi-lo. Gelsinho Guerreiro conseguiu se abrigar na própria casa.



Via O Dia
23/11/2014